quarta-feira, 28 de junho de 2017

AS AVENTURAS DE TIBOR LOBATO: O OITAVO VILAREJO - GUSTAVO ROSSEB


Título: As Aventuras de Tibor Lobato: O Oitavo Vilarejo
Autor: Gustavo Rosseb
Editora: Jangada
Edição: 2
Páginas: 223
Ano: 2016
Nota: 5/5

Compre na Amazon: 


Hey pessoal, como estão? :)
Hoje trago a resenha do primeiro livro de uma série nacional fantástica que li recentemente. Espero que gostem do post.

O Oitavo Vilarejo é o primeiro livro da série As Aventuras de Tibor Lobato, onde, de início, somos apresentados ao casal de irmãos Lobato.

Tibor e sua irmã mais velha, Sátir, viviam com seus pais em um acampamento cigano, até que um terrível acidente aconteceu e seus pais morreram.  Após isso, os dois foram morar em um orfanato por dois anos, até que a avó deles (que eles nem se lembravam de já ter conhecido) os encontra e assume a guarda dos dois, e os irmãos partem para morar com ela em seu sítio, na chamada Vila do Meio.

Ao redor da Vila do Meio há mais seis vilarejos. Porém, existe uma lenda que diz haver um Oitavo Vilarejo.

Logo após se instalarem no sítio, Sátir e Tibor conhecem Rurique, um garoto com idade próxima às deles que mora ali por perto e sempre ajuda Dona Gailde (avó dos irmãos Lobato), e logo o garoto se torna grande amigo dos dois irmãos.

Tibor e Sátir então passam a conhecer melhor sobre a região, seus costumes e cultura, e logo ficam sabendo sobre certos mistérios do local. De acordo com as especulações locais, durante o período da quaresma, coisas estranhas e assustadoras assombram a região, e esses acontecimentos são causados pelas criaturas do folclore. Vindos de fora, os irmãos logo de cara não acreditam em nada que envolva isso, pois sempre ouviram que esses elementos e criaturas eram apenas lendas. O próprio Rurique, que já morava ali antes, desconfia que essas coisas não existem, e mesmo sendo alertados a não sair por aí nas noites de quaresma, os três partem sozinhos em uma aventura para provar que tudo isso não passa de lendas, até que acontecimentos estranhos mudam totalmente suas opiniões e passam a ficar cada vez mais próximos deles, até mesmo colocando-os em grandes riscos.


Provavelmente o mais interessante deste livro é nos trazer mais sobre nosso folclore, que nos dias de hoje quase nunca é explorado. O autor conseguiu usar criaturas e outros elementos de uma forma muito curiosa, completa e divertida, fazendo com que eu mudasse minha opinião sobre nosso folclore e quisesse ler mais a respeito dele. O modo como esses elementos foram colocados na história ficou bem completo e muitas vezes um se ligou ao outro, fazendo com que o livro não seja simplesmente um aglomerado de criaturas jogadas na história com aparições sem sentido e sem acréscimo ao enredo. Além disso, pude conhecer mais sobre histórias tão fascinantes que ouvia muito brevemente quando criança.

Outra coisa que realmente gostei no livro foi que, mesmo os personagens já estando no início da adolescência, eles fugiram dos padrões de adolescentes que mais parecem adultos imaturos e se entregaram ao lado mais infantil (mas nada exagerado), dando ainda mais ênfase na história e se tornando mais carismáticos.


Por conta dessas características dos personagens, por se passar num sítio e por abordar todas essas histórias compartilhadas, eu consegui me transportar para minha própria infância na casa de meus avós paternos, no interior do Paraná, onde eu sempre escutava eles e outros familiares contarem sobre aparições dessas criaturas do nosso folclore pelas redondezas, o que sempre me dava medo, mas também muita curiosidade e vontade de um dia presenciar isso também. Acho que uma das coisas mais importantes em um livro é conseguir fazer o leitor se sentir em casa, acolhido e se identificar, e esse livro conseguiu cumprir tudo isso para mim.

A estética do livro é ótima. A ilustração é maravilhosa e a diagramação torna o livro ainda mais fluído. Além disso, após o término da história o livro conta com três contos folclóricos que nos fazem conhecer mais sobre personagens retratados na história e nos auxilia no volume do próximo livro (sei disso porque já estou quase finalizando a leitura do mesmo hahah).


Esse livro é uma ótima escolha para crianças que estão começando a entrar no mundo literário. Os personagens passam mensagens lindas sobre família e amigos, são divertidos, a leitura é fluída e aborda nossa cultura, que às vezes parece estar sendo esquecida. As Aventuras de Tibor veio para nos fazer criar novamente a admiração e amor pelo nosso folclore.

Além de recomendar para crianças, super recomendo para qualquer idade, tenho certeza de que todos irão amar se aventurar por essas páginas.

Esse foi o post de hoje, pessoal. Espero que tenham gostado! :)
Me digam se ficaram interessados na história, e se já leram, me digam o que acharam da leitura, vou adorar saber!

Abraços e até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário